.
HOME ÍNDICE
br
en
fr
es
sk
www.conhecimento-espiritual.net.br
LINKS CONTATO
Add Bookmark
RSS



















ARTIGOS: CONHECIMENTO 

Fogo, Água, Ar, Terra


Fogo, Água, Ar, Terra

Não somente nosso planeta, mas também o Universo inteiro é formado a partir de partículas materiais no atuar dos Elementos. É graças à diversidade dos elementos que vivemos em um mundo cheio de diferenças. Entretanto, todas as coisas visíveis e invisíveis originam-se somente a partir de uma fonte de vida. Por isso é que o reconhecimento das quatro faces da unidade, de onde surgem os elementos, possibilita ao homem desenvolver sua consciência espiritual e tornar-se ciente desta unidade.

Fogo, água, ar, e terra, da forma que geralmente os conhecemos, não são mais que formas manifestas dos próprios Elementos. Suas manifestações revelam-se da seguinte forma: o elemento da água possui propriedades magnéticas, nutre e sustenta. O elemento do fogo possui propriedades elétricas e criativas. O ar é o elemento separado que possibilita a co-existência de dois dos principais elementos: o fogo e a água. O elemento terra é o amálgama que une fogo, água e ar que, em diferentes proporções, torna possível a formação dos materiais com diferentes propriedades.

Para melhor compreensão da operação dos elementos, vejamos como funciona na prática. Como ilustração, vejamos como as raízes de uma árvore absorvem água e minerais necessários ao seu crescimento (elementos água e terra). A árvore respira através de suas folhas (elemento ar) e recebe luz e calor dos raios de sol (elemento fogo). Se atearmos fogo em uma árvore, os elementos serão liberados da madeira: a água evaporará; a luz, que por muitos longos anos brilhou sobre aquela árvore, queimará em uma chama poderosa; o oxigênio que a árvore vinha “expirando” possibilitará que este processo de queima de energia e nutrientes transforme o solo em cinzas, que novamente servirão como uma fonte de minerais para outras formas de vida.

O organismo humano também contém os quatro elementos. O rompimento da delicada harmonia dos elementos no corpo humano provoca doenças, especialmente ao abusarmos da energia destes elementos ou ao obstruí-los. Entretanto, não é nosso objetivo tentar sustentar esta harmonia no nível material, mas no espiritual. Pois o que vemos por fora é sempre somente uma manifestação do espiritual. Os elementos que formam o mundo material estão também inseridos no caráter do homem. Dependendo de qual elemento predomine nele, pode ter uma natureza colérica, sanguínea, melancólica ou fleumática. Na interação humana, cada uma destas naturezas é importante, porque possibilita “ver a matéria” a partir de todos os lados, e considerar todos os aspectos ao desempenharmos uma atividade possibilita ao ser humano ter seu trabalho próximo da perfeição. De fato, existem doze naturezas humanas, que são uma mistura dos quatro elementos em várias proporções e são conhecidas como os doze signos do Zodíaco. A interação dos dois principais elementos podem também ser encontrada na união do masculino com o feminino, onde o homem, através da sua natureza, contribui com o relacionamento com as forças criativas do fogo, enquanto a mulher contribui com as forças de sustentação do elemento água, formando a fundação necessária para a operação ativa do homem.

Cada um dos quatro elementos é inerentemente neutro e não é nem bom nem ruim. É o homem quem imprime à atuação dos elementos um caráter bom ou ruim. Contudo, para não nos prendermos em teorias, ainda que o correto conhecimento é também importante para o desenvolvimento espiritual do homem, vejamos as qualidades tanto positivas quanto negativas que o homem pode desenvolver dentro de si.

Ao ler as qualidades individuais você pode ter a sensação de que você não tem muitos traços característicos do elemento que predomina em você ou pode até mesmo encontrar em si mesmo muitos traços de outros elementos. Depende de quão desenvolvido você está como espírito humano e de quantas qualidades você já desenvolveu através da experiência. Ou em outras palavras: alguns colhem trinta vezes mais, outros sessenta vezes e outros ainda uma centena de vezes. Todos, porém, devem alcançar a perfeição transformando todas as qualidades negativas em positivas.


O elemento fogo (colérico)

Qualidades positivas: vigoroso, zeloso, entusiasmado, corajoso, determinado, criativo, ousado, esforçado, persistente...

Qualidades negativas: suscetível a discussão, irritadiço, impulsivo em destruir tudo, apaixonado, insensato, ciumento, voraz, vingativo, violento, odioso, raivoso, intempestivo...


O elemento ar (sanguíneo)

Qualidades positivas: vigilante, livre, cordial, confiável, claro, luminoso, independente, destro, otimista, diligente, perspicaz, alegre...

Qualidades negativas: instável, desonesto, fofoqueiro, astuto, caluniador, tagarela, inconstante, suscetível, esbanjador...


O elemento água (fleumático)

Qualidades positivas: compreensivo, sereno, moderado, confiante, devoto, piedoso, indulgente, modesto, fervoroso, flexível, meditativo, interiorizado...

Qualidades negativas: indiferente, insensível, preguiçoso, indolente, rígido, retraído, sem consideração, instável, desanimado...


O elemento terra (melancólico)

Qualidades positivas: consistente, consciente, perseverante, pontual, cauteloso, resistente, responsável, firme, confiável, sóbrio, ambicioso, respeitoso, realista...

Qualidades negativas: materialista, superficial, preguiçoso, indiferente, lento, suscetível, inconsciente, inconsistente, tímido, desdenhoso...


Todos temos uma livre escolha, mas também a responsabilidade de decidirmos como utilizar a força dos elementos e quais qualidades desenvolver em nosso caráter. Mas se ainda tivermos traços negativos que ainda não foram transformados em nosso caráter, então não surpreende o fato de que não estejamos bem em algumas áreas de nossa vida, ou se não pudermos nos elevar à tão ansiada Luz após a morte de nosso receptáculo físico.


Facebook
Twitter
LinkedIn
MySpace


Acima Índice Home
desde 1/1/2007 3438972 visitantes